• TURISMO
    por Márcia Alves

 

 

Os castelos do Brasil

 

Não é preciso sair do Brasil para conhecer de perto castelos. Em vá­rios pontos do país existem belos e exóticos castelos, alguns origi­nais herdados da família real portuguesa, outros construídos por barões do café com inspiração na arquitetura medieval. Há, ainda, pessoas comuns que transformaram suas residências em réplicas perfeitas de castelo. A seguir um roteiro para visitar os castelos brasileiros.

 

Castelo da Ilha Fiscal – Rio de Janeiro (RJ)

 

Construído por Dom Pedro II para funcionar como posto aduaneiro, fi­cou pronto após oito anos de trabalho escravo, em 1889. Edificado em plena baía de Guanabara em estilo neogótico do século 14, o castelo conta com duas alas laterais com pequenas torres nas extremidades e uma torre alta no centro, além de detalhes em cantaria e pedra talhada. Até hoje, o castelo abriga uma exposição permanente de peças e objetos decorativos originais do último baile do império, que marcou o fim da monarquia no país.

 

Outros castelos

 

Inspirados nos castelos da região toscana, o Castelo de Brennand, co­nhecido como Castelo São João, em Recife (PE), é parte de um complexo arquitetônico em estilo medieval, que inclui pinacoteca, galeria e capela. A obra foi concluída em 2003, no estilo Tudor. Possui calabouço, vitrais antigos, portas secretas e um altar em estilo gótico. Já o Castelo do Ba­tel, em Curitiba (PR), erguido em 193 e tombado em 1947, foi inspirado no Vale do Loire, na França. A obra contempla um torreão cilíndrico de cobertura cônica, os portais de arco pleno e as mansardas da cobertura.

O Brasil também conta com castelos er­guidos por pessoas comuns. O Castelo de Pes­queira, em Pernambuco, por exemplo, perten­ce ao empresário Edvonaldo Torres, que ao longo de 20 anos transformou sua casa. Com uma arquitetura singular, cheia de desenhos geométricos coloridos, símbolos, minaretes, personagens da mitologia grega e dragões chi­neses, o castelo ocupa um terreno com 2 mil m2 e tem 40 metros de altura.

 

Outro exemplo é Castelo de Zé dos Mon­tes, em Sítio Novo (RN), que recebeu o nome de seu proprietário. Erguido no topo da Serra do Tapuia, em 1953, o castelo foi comprado por ele, em 1983, para homenagear Nossa Senhora. Simples, rústico e sem estilo defini­do, o castelo possui traços dos similares eu­ropeus e da arquitetura mulçumana, além de diversos labirintos.

 

Em Santa Catarina, Leonardo Caradelli de­dicou os últimos 20 anos à construção de um castelo, seu sonho de infância. A obra tem hoje 700 m2, distribuída em 16 torres grandes e ou­tras 32 pequenas, 21 cômodos, cinco banheiras e três cozinhas. As torres, que podem ser vistas de longe, viraram ponto turístico da região.


Leia Mais