• TURISMO
    por Cristiane Collich Sampaio

 

 

É logo ali!

Não faltam sugestões de viagens para um fim de semana ou para um bate-evolta a partir da capital paulista.

 

Sem dúvida, a cidade de São Paulo tem muito a oferecer em termos de lazer, turismo e cenários naturais. Mas também é bom saber que não longe da metrópole há destinos diferentes, acessíveis de carro, ônibus e até de trem, que valem um passeio de um dia ou um fim de semana.


Para esta edição preparamos a primeira sugestão:

 

São Roque Vinhos e Gastronomia

 

No próximo dia 16 de agosto, São Roque completa 360 anos. O povoado foi fundado em 1657 pelo nobre Pedro Vaz de Barros, de linhagem bandeirante. Mas decorreram mais de dois séculos para que se desenvolvesse e ganhasse o status de cidade, o que aconteceu em 1864.


Anos depois, a inauguração da Estrada de Ferro Sorocabana e a chegada de grande número de imigrantes italianos redefiniram os horizontes da cidade. Mas a vitivinicultura somente viria a florescer na década de 1930, auxiliada pela presença de portugueses que também se fixaram na região.


Situado há 60 km da capital, com 40% de sua área coberta pela Mata Atlântica, São Roque oferece hoje boa estrutura hoteleira e opções de turismo. Ao lado da já famosa pista artificial de esqui, são os vinhos e, mais recentemente, o circuito gastronômico, seus principais atrativos.


Antes de chegar à cidade pela Rod.


Pres. Castelo Branco, é possível ver o Restaurante Quinta do Marquês (instalado no posto Ipiranga de mesmo nome, no sentido de São Paulo), no qual o forte são os pratos portugueses, como o leitão a Bairrada e bacalhau preparado de diversas formas.


Mas é no Roteiro do Vinho que está a maior parte dos restaurantes da cidade, geralmente ao lado de vinícolas, em verdadeiros complexos turísticos. O Quinta do Olivardo – adega e restaurante português, com sotaque da Ilha da Madeira – é um deles.


O bacalhau é a especialidade da casa, mas no cardápio há outros quitutes.


A culinária lusitana, no entanto, tem outros representantes nesse circuito, como o restaurante da Vila del Patto. Ao lado dele, de história mais recente, o La Pasta don Patto traz os sabores da Itália em seu cardápio.


Na Estrada do Vinho também se encontra a Cantina Tia Lina, que tem no rondelli recheado de queijos e alcachofra seu carro-chefe, e o restaurante Vale do Vinho. Neste, que está instalado dentro do empreendimento da Vinícola Goes, há pratos com alcachofra e receitas italianas e internacionais.


Flores de alcachofra também fazem parte das especialidades servidas na Villa Cangueira, integrada por restaurante, vinícola, empório e espaço de lazer. Os clientes podem saborear vinhos e almoçar sob árvores, em uma varanda ao ar livre.

 


Leia Mais